26.6.11

Lucy ama Schroeder.
E eu tenho um Schroeder pra chamar de meu que me ama também.


"(...)
– Ué, escrevendo sobre a importância da música na vida da pessoa. Da música na vida da pessoa.
– Como? – questionou novamente sem mudar a expressão.
– Falando da música, mas não aquela música qualquer, mas a música mesmo. Aquela. Aquela que marca a pessoa, a que não sai dela.
– Tipo, uma música preferida?
– Podemos dizer que sim. Foi mais uma carta romântica. Da pessoa pra música.
– Foi... ãhn, personificou a... música?! – as sobrancelhas començando se juntar no meio da testa.
– Exatamente. A música como pessoa. E pessoas são importantes para outras pessoas. Só não tenho certeza se elas vão aceitar muito bem a minha idéia.

Ele ficou quieto, com um careta de interrogação.

– Você não entendeu, né? – riu – Qual a importância da música na vida das pessoas? Da música – disse apertando os braços dele e os sacudindo – na vida das pessoas, na vida de todos?

Ficou quieto.

– Na minha vida?! – questionava–o com delicadeza nos olhos e se remexando muito para falar aquela parte. – Ah, agora você tem que entender!

Ele ficou sem responder, olhando confuso para ela. Ela prosseguiu.

– Está bom, eu explico. – parou por um segundo – Não importa. Que seja desde a voz estridente da Janis Joplin a voz super grave do Louis Armstrong, daquela guitarra fritada do Iron Maiden ou do piano do Chopin. A música é importante na vida das pessoas, na minha vida, – e muito, diga–se de passagem –, porque você é a minha música! A música com os arranjos mais coloridos, com a melodia mais doce, com as notas mais macias, com o tom que tem o seu perfume. Você é tudo isso. – sorriu tímida – Eu escrevi uma carta minha para você, por isso eu não tenho certeza se eles vão aceitar muito bem. – parou novamente, tomando um jeito mais informal – Mas bom, eles não específicaram o que queriam como música, então eles não podem reclamar, deixei bem claro que você era a música. E eu expliquei a importância.

Ele ficou ainda parado, sem palavras.

– Mas enfim, não faz mal, você não precisa dizer nada! Você não viu aquela redação e nunca vai ver, tudo bem, a única coisa que eu quero é que eu seja a sua música também. Não ligo de ser aquele sertanejo brega, mas que até tem a letra bonitinha. Eu não ligo nem de ser seu instrumento. Faz de mim o seu violão, sua guitarra, sua bateria, o piano que você toca tão bem. Desde que o seu som saia de mim, aquela melodia que você mais gosta. Você não precisa falar nada, eu só quero ser.

Ele ficou quieto de novo e sorriu.

– Citar o sertanejo estragou todo o seu monólogo romântico.
– Idiota. – xingou com um sorriso.
Ele a abraçou.

– Você é e sempre foi a melodia que eu mais gosto. Você é aquele violão por qual você se apaixona antes mesmo de botar as mãos.
E então, quando você finalmente o toca e vê o som lindo que sai dele... – suspirou, olhando firme nos olhos dela – Você é isso, você é mais que o piano que diz que eu toco tão bem, é mais que a minha melodia.
– Eu sou a sua música predileta?
– É a uma das faixas finais, aquelas que ninguém chega a escutar direito. Mas eu escutei. Escutei e gostei tanto que apertei o "loop", agora ela fica tocando sem parar.

Ele continuou.

– É a minha composição inteira, com as cordas, teclas, sopro, voz e percussão."

Saudações!

Decretado pela Rainha de Copas às 09:53 3 comments


A Rainha



menina de vinte poucos.
que viveu muito em pouco.
que sorriu pouco em muito.
que vive sorrindo muito.
mulher de vinte e poucos.
que sofre, ama e não cansa.
de buscar dias melhores,
dias mais felizes.
menina mulher que não cansa.
de sonhar. de viver. de sorrir.
de confiar. de ter fé.
mulher menina que muito em pouco
fez pouco de muito.
e agora é rainha mesmo
não sendo majestade.

menina moça mulher do naipe coração.



Correio Real mensageirodecopas@gmail.com

A Rainha no Twitter @ReinodoCoracao

A Rainha no Orkut:
 Perfil 

A Rainha no Twitter @ReinodoCoracao

A Rainha no Facebook
 Perfil da Rainha

O Reino no Facebook
 Curtir o Reino

Súditos
 . A Rua Dos Contos 
 . Elísios 
 . Florbela Espanca 
 . Bobo da Corte 
 . Escudeiro da Rainha de Copas 
 . Cavaleiro Real 

Era uma vez

.Maio 2006

.Junho 2006

.Julho 2006

.Agosto 2006

.Setembro 2006

.Outubro 2006

.Novembro 2006

.Dezembro 2006

.Janeiro 2007

.Fevereiro 2007

.Março 2007

.Abril 2007

.Maio 2007

.Junho 2007

.Julho 2007

.Agosto 2007

.Setembro 2007

.Outubro 2007

.Novembro 2007

.Dezembro 2007

.Janeiro 2008

.Fevereiro 2008

.Março 2008

.Abril 2008

.Fevereiro 2009

.Março 2009

.Abril 2009

.Maio 2009

.Junho 2009

.Julho 2009

.Setembro 2009

.Novembro 2009

.Dezembro 2009

.Janeiro 2010

.Fevereiro 2010

.Março 2010

.Abril 2010

.Maio 2010

.Junho 2010

.Julho 2010

.Agosto 2010

.Setembro 2010

.Outubro 2010

.Novembro 2010

.Dezembro 2010

.Janeiro 2011

.Fevereiro 2011

.Março 2011

.Abril 2011

.Maio 2011

.Junho 2011

.Julho 2011

.Agosto 2011

.Setembro 2011

.Outubro 2011

.Novembro 2011

.Dezembro 2011

.Janeiro 2012

.Fevereiro 2012

.Março 2012

.Abril 2012

.Junho 2012

.Julho 2012

.Agosto 2012

.Setembro 2012

.Outubro 2012

.Dezembro 2012

.Janeiro 2013


A Rainha Agradece
.Layout: Liannara
.Hospedagem:Blogger
.Comentários: Haloscan
.Imagem: Flickr