Non sense.

31.3.07

Você é minha mínima idéia. O pouco que eu sei ou que acredito saber. Ou ainda o que eu pensava que era e que na verdade é tudo ao contrario do que deveria ser que é o avesso do futuro previsto. Deve ser talvez o muito do minimo que o mundo nem sabe que existe. Porque a minima idéia que eu faço do todo é quase que minha base pra entender o pouco ou o mundo que eu sei que virá ou talvez não. Porque nesse amontoado de palavras sem lógica, o pouco que eu sei é que tudo que eu escrevo, eu te dedico, te arrasto e te faço ler. Porque por mais que você me ache "mais sem graça do que top model magrela na passarela", eu sei. Sei que a minima ideia que você faz de mim é o muito que faz teu peito ser pequeno pr´um coração tão grande que eu ocupei e não deixei espaço pra mais nada. Sorte a sua. Alias, sorte a minha. De estar onde estou e saber que sou muito bem-vinda. Sempre. E azar daquele que ainda insiste em ler minhas pobres linhas tortas de pensamentos sem rumo com destino distante e muito além do horizonte.

Decretado pela Rainha de Copas às 21:10 0 comments


Caneta, papel e uma historia mal contada ou mal vivida.

27.3.07

Eu pego papel e caneta pra escrever sobre qualquer coisa que me venha à mente e, como sempre, eu não tenho saída: você sempre ocupa os espaços vazios, os ocupados e até mesmos os lugares que eu nem sabia que existiam. Ocupa os poros do papel em branco e enche de brilho os olhos opacos. Entra pela porta, pela janela ou simplesmente pela fechadura ou por qualquer espaço que permitir que você chegue, mesmo que de mansinho. Chega fazendo festa no meu peito e dizendo que é pra eu ter calma. Calma? Como eu vou ter calma se é no meu peito, na minha vida e no que era meu que você está e, o que era pra ser nosso, se torna seu? Como que eu vou ter calma se a caneta não precisa da minha mão pra escrever a minha história? Como que eu vou ter calma se não é no teu peito que eu durmo à noite? Como? Eu vou largar o papel e a caneta. Vou largar qualquer historia boba ou palavra simples. Vou largar meus vícios, minhas lembranças que não valem a pena, minhas angustias. Vou largar tudo. Só não largo você. Nem historia que eu queria que não tivesse só no papel.

Saudações!

Decretado pela Rainha de Copas às 17:28 0 comments


Sorte.

26.3.07

A minha sorte é você. A minha sorte é ter te encontrado no meu caminho. Ou estar no seu caminho pra você me encontrar. Você é minha sorte de manhã, à tarde e à noite. É a sorte que eu tenho de ver o sol brilhar quando abro a janela e até gostar de uma tarde cinzenta na esperança de um banho de chuva. Você é minha sorte de sonhar com um futuro cheio de cores e sorrisos que você consegue colher do meu rosto cada vez que me chama de meu amor, de minha rainha e de tudo mais que eu fico derretida de ouvir, ler, sentir e querer. Sorte. E há ainda quem diga que não há sorte. Eu digo: sorte é como o amor. É divino. Nem todos crêem. Mas felizes aqueles que crêem sem ver.

Saudações!

Decretado pela Rainha de Copas às 01:52 0 comments


0,5%

21.3.07

Eu não sei o que fazer, o que dizer, pra onde ir. Não sei porque eu não sei falar sobre o que eu nunca tive o prazer de conhecer. Não sei falar sobre o que nunca vi, o que nunca senti. Porque do inteiro que representam todas as pessoas, encontrar zero vírgula cinco por centro delas é quase tão impossível quanto encontrar uma agulha de ouro num palheiro. Afinal, quantas agulhas de ouro existem no mundo? Eu encontrei, a agulha que você vai me dar, o zero vírgula por cento do todo e encontrei você. Aliás, foi você quem me encontrou. Sorte a minha, então.

Saudações!

Decretado pela Rainha de Copas às 10:44 0 comments


Escuro.

16.3.07

Segura aqui na minha mão. Deixa que eu te levo pra onde você quiser ir mesmo que não dê pra ver o que está diante do teu nariz. Segura na minha mão e confia em mim. Confia que, mesmo de longe, eu estou sentindo teu cheiro e velando teu sono, cuidando dos teus sonhos e espantando pesadelos. Segura minha mão e acredita. Acredita nas minhas palavras, nas minhas promessas, no meu sentimento e na minha volta. Porque eu vou voltar pra você, pra nossa vida, pros nossos sonhos e pro futuro que será meu, teu e de mais ninguém. Segura minha mão, me espera e apaga a luz. Sonha com o irreal, com o impossível, com o improvável. Pode sonhar, porque quando você menos esperar, eu vou estar ao teu lado, dando um beijo de bom dia e mostrando que valeu a pena esperar, confiar e acreditar. Segura minha mão e não tem medo do escuro. Agora, nada mais pode te fazer mal. Eu volto. Quando você menos esperar...

Saudações!

Decretado pela Rainha de Copas às 21:56 0 comments


Pura.

15.3.07

Eu confesso. Não sei ser só, não sei não ser tua e muito menos gosto de estar no escuro cinza dos meus dias sem você. Porque eu sinto falta e não tenho vergonha de dizer que eu sou meio sal, limão e todo o resto quando eu passo a tarde quente de ontem longe das tuas palavras molhadas pela chuva que caiu por aí. Chuva doce, se é que posso dizer assim. Mas é difícil não saber que cor está teu céu hoje, se é frio ou quente. Não é fácil, de forma alguma, saber que o filho que é teu não é meu, e, mesmo que seja o Bob, o mascote da casa, me causa ciúmes. Porque ele não me lambe e nem me deixa menos azeda ou salgada. Porque você não me beija, nem torna os meus dias mais coloridos. Eu confesso. Quero você, quero ser menos sal e menos limão. Mas enquanto isso não chega, eu vou ver se consigo ser um pouco tequila. Pra quando chegar o dia, você me tomar. Pura. E sem fazer careta no final.

Saudações!

Decretado pela Rainha de Copas às 09:06 0 comments


Dream a Little Dream Of Me

14.3.07

Composição: Fabian Andre / Gus Kahn / Wilbur Schwandt

Stars shinning bright above you
Night breezes seem to whisper “I love you”
Birds singing in the sycamore trees
Dream a little dream of me

Say nighty-night and kiss me
Just hold me tight and tell me you’ll miss me
While I’m alone and blue as can be
Dream a little dream of me


Stars fading but I linger on dear
Still craving your kiss
I’m longin’ to linger till dawn dear
Just saying this

Sweet dreams till sunbeams find you
Sweet dreams that leave all worries behind you
But in your dreams whatever they be
Dream a little dream of me

Tradução:

Um Sonho, Um Pequenino Sonho de Mim

Estrelas muito brilhantes lá no céu
A brisa da noite parece sussurrar "eu te amo"
Pássaros cantando nas árvores
Um sonho, pequeno sonho de mim

Diga boa noite e me beije
Apenas me abrace forte e diga que sente minha falta
Enquanto estou só e triste o quanto possível
Um sonho, pequeno sonho de mim


Estrelas caem mas eu continuo, querido
Ainda buscando seus beijos
Eu procuro continuar até o amanhecer, querido
Apenas estou dizendo

Doces sonhoes até que o sol o encontre
Doces sonhos que deixam todas as preocupações para trás
Mas em seus sonhos, sejam o que forem
Um sonho, um pequeno sonho de mim


Hoje a noite, sussurra de novo ao meu ouvido.
Pra o sonho ser real e podermos celebrar nossa dupla de dois.

Obrigada.

Saudações!

Decretado pela Rainha de Copas às 09:52 0 comments


Cafuné

13.3.07

Vem. Segura na minha mão e me leva pra longe. Pra lugar qualquer onde eu possa fazer cafuné até ver você dormir e ficar nervosa sem saber se sua respiração ofegante é por um sonho bom ou um pesadelo qualquer. E se for sonho, suar frio do medo que faz perder você ao menos em sonho pra qualquer outro sorriso ou pôr-do-sol que queira te seduzir. Segura na minha mão e não solta. Mostra pra mim que mesmo de longe você quer mesmo é que os meus olhos encontrem os teus e um zero surja “deus sabe de onde” e complete aqueles 10%, me tornando, finalmente, completa. Porque mesmo que você finja que não sabe, eu sei que você tem certeza de que aquelas cartas, aquele espaço, aquela taça, aquele sorriso, aquela taquicardia nem chegaram perto de serem em vão. Porque quando você segurar na minha mão, me abraçar e eu alcançar seu coração, você vai sentir o carinho na ponta dos meus dedos. Eu vou te fazer um cafuné. E a ultima coisa que você vai querer é ficar longe de mim de novo.

Saudações!

Decretado pela Rainha de Copas às 04:06 0 comments


Quando improvável consegue ser inevitável

7.3.07

Como você consegue? Consegue o impossível. Consegue ser e não ser ao mesmo tempo. Surreal. De uma forma que eu não esperava encontrar hoje. Não hoje, nem ontem, nem nos últimos dias dessa semana que custou a passar. Como você consegue? Ser carinho em tão pouco tempo, alegria em todos os espaços que estavam vazios, ou até mesmo nos que não são bem preenchidos. Eu realmente não consigo entender como você consegue. Você me fala do tempo que foi, é e virá. De experiências malucas que talvez tenham resultado no que eu, você e um pouco do mundo podemos ser. É... Talvez. Dúvida. Eu não gosto de dúvidas. Nem você. Mas uma certeza basta: hoje o improvável se tornou inevitável. E isso me rendeu um sorriso. Sem duvidas, foi você que conseguiu. Mas não me pergunte como. Eu não sei.

Saudações!

Decretado pela Rainha de Copas às 17:12 0 comments


Cansado.

Meu coração bate cansado. Porque todos os motivos diários e constantes que tinha para bater acelerado parecem ter cansado também. Ou quem sabe nunca tiveram a energia que ele acreditava e sonhava. A verdade é que nunca vai saber. Meu coração nunca vai chegar a saber se era sonho ou realidade o que ele esperou ansiosamente. Contudo... Ansiedade passa. Vontade passa. Euforia passa. O que ficou? A dúvida. E ela vai persistir. Mas o melhor é saber que vai passar também, junto com essa angustia, esse medo e todas essas coisas estranhas à mim. Passa. E aí, meu coração vai voltar a bater em ritmo normal, ou, quem sabe, ele tenha novos motivos pra bater acelerado.

Saudações!

Decretado pela Rainha de Copas às 00:42 0 comments


Versão 2.4 - turbo -

5.3.07

Existe coisa melhor que ler isso no dia do seu aniversário?

Ela é sorriso intenso. Ela é biquinho. Ela fala com o olhar, transborda em coração. Ela é porto-seguro e alto mar. É vida. Ela é conquistas e dias felizes e sonhos no travesseiro. Ela é e está em todos sentidos, feliz. Uma bússola que sempre vai pro melhor caminho. Ela é um ombro amigo.

Esta pisciana não dá ponto sem nó. Vestida de flor ela seduz. E vira o mundo de cabeça pra baixo. Ela é água. Pura emoção. Tudo sente. Ela tem uma intuição invejável e percebe más intenções de longe. Uma bruxa boa. Uma fada-madrinha. Ela é pura luz, tem uma voz linda e não está nem aí para opinião alheia. Tem um talento nato para a arte e pinta a vida como ela quer. Colorindo seus dias azuis. Ela descobre-se no mundo todos os dias.

Se eu tivesse que a definir, com certeza não conseguiria. Ela é múltipla. Misteriosa. Indecifrável. Tem olhos de gato, personalidade forte e um coração do tamanho do mundo. Uma Madonna em versão carne, osso e coração.

Ela é como eu: sonhadora, sincera e com a certeza de que as coisas sempre vão dar certo. Tem uma sensibilidade que encanta e uma vontade inesgotável de engolir o mundo. Ela é criatividade. Puro amor.

A melhor poesia de um dia comum como essa segunda-feira. Que é especialíssima porque é o seu aniversário. Tudo em sua mente está em constante movimento. Quem a conhece, quer ter sempre ela por perto porque ela é mais ou menos assim como um trevo de quatro folhas.Não é todo mundo que a tem por perto, mas é muita sorte pra quem consegue. E eu me sinto privilegiada por tê-la como amiga. E só posso desejar coisas boas hoje e sempre.


Eu só posso dizer obrigad-íssima. Por esses 24 anos.
E pelos 24 que eu ainda pretendo escrever.

Saudações!

ps.: palavras da www.prahoje.com.br/india

Decretado pela Rainha de Copas às 04:54 0 comments


Então!

1.3.07

~ tô aproveitando cada segundo
~ antes que isso aqui vire uma tragédia

ps.: fui pra sp.
volto no dia do meu aniversário.
beijo, tchau.



Saudações!

Decretado pela Rainha de Copas às 11:19 0 comments


A Rainha



menina de vinte poucos.
que viveu muito em pouco.
que sorriu pouco em muito.
que vive sorrindo muito.
mulher de vinte e poucos.
que sofre, ama e não cansa.
de buscar dias melhores,
dias mais felizes.
menina mulher que não cansa.
de sonhar. de viver. de sorrir.
de confiar. de ter fé.
mulher menina que muito em pouco
fez pouco de muito.
e agora é rainha mesmo
não sendo majestade.

menina moça mulher do naipe coração.



Correio Real mensageirodecopas@gmail.com

A Rainha no Twitter @ReinodoCoracao

A Rainha no Orkut:
 Perfil 

A Rainha no Twitter @ReinodoCoracao

A Rainha no Facebook
 Perfil da Rainha

O Reino no Facebook
 Curtir o Reino

Súditos
 . A Rua Dos Contos 
 . Elísios 
 . Florbela Espanca 
 . Bobo da Corte 
 . Escudeiro da Rainha de Copas 
 . Cavaleiro Real 

Era uma vez

.Maio 2006

.Junho 2006

.Julho 2006

.Agosto 2006

.Setembro 2006

.Outubro 2006

.Novembro 2006

.Dezembro 2006

.Janeiro 2007

.Fevereiro 2007

.Março 2007

.Abril 2007

.Maio 2007

.Junho 2007

.Julho 2007

.Agosto 2007

.Setembro 2007

.Outubro 2007

.Novembro 2007

.Dezembro 2007

.Janeiro 2008

.Fevereiro 2008

.Março 2008

.Abril 2008

.Fevereiro 2009

.Março 2009

.Abril 2009

.Maio 2009

.Junho 2009

.Julho 2009

.Setembro 2009

.Novembro 2009

.Dezembro 2009

.Janeiro 2010

.Fevereiro 2010

.Março 2010

.Abril 2010

.Maio 2010

.Junho 2010

.Julho 2010

.Agosto 2010

.Setembro 2010

.Outubro 2010

.Novembro 2010

.Dezembro 2010

.Janeiro 2011

.Fevereiro 2011

.Março 2011

.Abril 2011

.Maio 2011

.Junho 2011

.Julho 2011

.Agosto 2011

.Setembro 2011

.Outubro 2011

.Novembro 2011

.Dezembro 2011

.Janeiro 2012

.Fevereiro 2012

.Março 2012

.Abril 2012

.Junho 2012

.Julho 2012

.Agosto 2012

.Setembro 2012

.Outubro 2012

.Dezembro 2012

.Janeiro 2013


A Rainha Agradece
.Layout: Liannara
.Hospedagem:Blogger
.Comentários: Haloscan
.Imagem: Flickr