Acabou? It´s over.

29.10.07

Comece de novo. Crie um novo começo, um novo motivo, uma nova razão. Faça surgir um novo caminho no meio do nada, no meio do mato, meio ao escuro. Sugira uma nova forma de ser e com o mesmo ou outro ou qualquer sorriso, faça acontecer. Porque parar nunca foi e nem deve ser opção no meio de qualquer quebra-molas que eu encontrar mais adiante. E a força que é preciso para reconstruir e colorir qualquer desenho, eu já sei exatamente onde encontrar. È hora de abrir os olhos e ver que não acabou. Na verdade, deve apenas estar só começando...

Saudações!

Decretado pela Rainha de Copas às 14:02 0 comments


Agulha no palheiro.

22.10.07

E eu tenho mesmo muita sorte. Porque encontro as tais agulhas do palheiro. E consigo entender o que cada uma delas significa na minha vida. Compreendo como cada linha costura é parte importante do meu destino e como cada uma das cores pode fazer de um belo bordado, um estandarte. E o melhor é ver que, mesmo me confundindo e sendo difícil chegar e reconhecer onde cada uma delas está, o palheiro pode tentar enganar, mas meu coração não. Eu vejo, confio e, mesmo de olhos fechados, consigo perceber onde tocar sem me furar. Porque é hora de parar de procurar e entender que o que se tem nas mãos pode ser bem mais valioso do que aquilo que se tanto busca.

Saudações!

Decretado pela Rainha de Copas às 03:05 0 comments


Colombina.

17.10.07

E quando eu penso no momento de te ver entrar pela porta da frente sem ter vontade de ir embora de novo, meu coração faz festa e tudo vira samba. É batida, pandeiro, ritmo e rima. Tem cor, confete e vira carnaval. Seja fevereiro, maio, agosto ou dezembro. Seja inicio do mês, meio ou final. Não importa se é dia de feira, fim de semana ou dia santo. O que importa mesmo é ver meus olhos brilhando novamente e sentir aquela calmaria alegre que há tempos eu nem sei direito como é. Mas eu sei que meu sambódromo já está sendo preparado e a hora de te ver de novo não há que demorar assim tanto a ponto de ver chegar minha quarta-feira de cinzas antes mesmo de ver a festa. Eu sinto aqui dentro no meu sangue de descendente de cor, mesmo assim branca, que não está assim tão longe a hora de soltar a voz e brincar eternos carnavais ao lado do meu Arlequim.

Saudações!

Decretado pela Rainha de Copas às 22:46 0 comments


Seca.

14.10.07

Às vezes eu sinto que meu sentimento me deixa seca. Porque a boca seca, os olhos secam, a pele seca. Tudo seca. E meu coração parece querer bombear sangue para todas as partes do meu corpo o mais rápido possível como se elas também estivessem secas. E não importa quanta água eu beba, nem quanto chova. Enquanto a dança na chuva não for ao teu lado, ou enquanto a água que escorre pela minha garganta não for do teu copo, tudo continua seco. E não florirá e nem os campos alimentarão o gado. Nem haverá brilho nos olhos, nem vontade nos passos. Seca. Mas a semente que você plantou ainda está aqui. E as sementes de hoje, são nossas rosas de amanhã.

Saudações!

Decretado pela Rainha de Copas às 02:43 0 comments


Dorothy.

8.10.07

Tenho tido sonhos estranhos. Tenho sentido coisas estranhas que nem sei explicar e muito menos dar nome. E o que mais me assusta é ver que não há outro caminho a seguir que não esse que se faz trilha no meu destino. E mesmo que não seja cheio de tijolos amarelos, meus sapatos vermelhos não querem outro. Mas meu homem de lata, meu leão e meu espantalho estão tão longe que eu tenho medo. O mágico se escondeu. O homem de lata já encontrou seu coração numa pequenina que virou sua vida, num livro que virou motivação e num povo que sempre foi vocação. O espantalho que acreditava precisar de um cérebro, percebeu que sua inteligência é como sua calma, esteve sempre ali, e ele, tolo, nunca havia percebido. E o rei da selva, que acreditava só ter tamanho, encontra sua coragem nos percalços que o destino escreveu para ele e nota que o que parecia problema, pode ser alegria e o medo é, no fundo, cautela. Quanto ao meu destino e à cidade das Esmeraldas? Quem sabe eu ainda fique lá, protegida, onde sei que nada poderá me fazer mal. Nem sonhos estranhos, nem a saudade.

Saudações!

Decretado pela Rainha de Copas às 11:16 0 comments


A faca e o garfo.

4.10.07

Talvez eu tente mesmo enganar você com minhas palavras bonitas e minha brincadeira de dizer verdades no meio de versos mal escritos do modo mais piegas que eu sempre quis e consegui fazer. Talvez eu tente mesmo fazer você imaginar que está ao lado da melhor mulher do mundo só pra te ver e te sentir mais tempo ao meu lado. Talvez eu faça tudo isso pra que você, mesmo chegando assim bem perto, não consiga perceber o poço de defeitos que eu sou e isso te leve a não mais voltar amanhã pra me pegar e a gente ir almoçar em qualquer lugar só pra eu te ver ajeitar minha faca na borda do prato novamente. Talvez eu nem seja a melhor companheira do mundo, mas te ouvir dizer isso e tudo mais que você diz quando fala da tua futura esposa se referindo a mim, me faz realmente nem perceber que existe o resto do mundo inteiro pra gente conquistar ainda. É, talvez. Mas o melhor da minha incerteza em te enganar todos os dias, é ver a sinceridade nos teus olhos e sentimento verdadeiro que eu carrego no coração.

Saudações!

Decretado pela Rainha de Copas às 01:27 0 comments


Amado.

2.10.07

Quando chega, parece que os olhares não podem ter outra direção. A boca seca, o suor toma conta das mãos. E o ar parece mais rarefeito. Eu nem consigo pensar nas palavras ensaiadas na frente do espelho ou em “qual era a música que eu fiquei cantarolando mesmo hoje no carro no meio do trânsito com o som em volume quase máximo?” E eu não sei pra onde olhar, se devo olhar ou se não seria melhor eu fingir que sou invisível aos seus olhos como às vezes eu tenho mesmo a impressão de ser. Tento ficar imóvel e ao mesmo tempo o mais natural que consigo ser, o que é um quase nada. E você chega. Tudo acontece em frações de segundos. E nesse meio tempo, eu perco a voz, a cor e o chão. Dois tempos. Inspira e expira. O coração volta a bater. E a música do transito me vem à cabeça... “Sinto que você é ligado a mim; Sempre que estou indo, volto atrás, estou entregue a ponto de estar sempre só, esperando um sim ou nunca mais.”

Saudações!

Decretado pela Rainha de Copas às 11:10 0 comments


A Rainha



menina de vinte poucos.
que viveu muito em pouco.
que sorriu pouco em muito.
que vive sorrindo muito.
mulher de vinte e poucos.
que sofre, ama e não cansa.
de buscar dias melhores,
dias mais felizes.
menina mulher que não cansa.
de sonhar. de viver. de sorrir.
de confiar. de ter fé.
mulher menina que muito em pouco
fez pouco de muito.
e agora é rainha mesmo
não sendo majestade.

menina moça mulher do naipe coração.



Correio Real mensageirodecopas@gmail.com

A Rainha no Twitter @ReinodoCoracao

A Rainha no Orkut:
 Perfil 

A Rainha no Twitter @ReinodoCoracao

A Rainha no Facebook
 Perfil da Rainha

O Reino no Facebook
 Curtir o Reino

Súditos
 . A Rua Dos Contos 
 . Elísios 
 . Florbela Espanca 
 . Bobo da Corte 
 . Escudeiro da Rainha de Copas 
 . Cavaleiro Real 

Era uma vez

.Maio 2006

.Junho 2006

.Julho 2006

.Agosto 2006

.Setembro 2006

.Outubro 2006

.Novembro 2006

.Dezembro 2006

.Janeiro 2007

.Fevereiro 2007

.Março 2007

.Abril 2007

.Maio 2007

.Junho 2007

.Julho 2007

.Agosto 2007

.Setembro 2007

.Outubro 2007

.Novembro 2007

.Dezembro 2007

.Janeiro 2008

.Fevereiro 2008

.Março 2008

.Abril 2008

.Fevereiro 2009

.Março 2009

.Abril 2009

.Maio 2009

.Junho 2009

.Julho 2009

.Setembro 2009

.Novembro 2009

.Dezembro 2009

.Janeiro 2010

.Fevereiro 2010

.Março 2010

.Abril 2010

.Maio 2010

.Junho 2010

.Julho 2010

.Agosto 2010

.Setembro 2010

.Outubro 2010

.Novembro 2010

.Dezembro 2010

.Janeiro 2011

.Fevereiro 2011

.Março 2011

.Abril 2011

.Maio 2011

.Junho 2011

.Julho 2011

.Agosto 2011

.Setembro 2011

.Outubro 2011

.Novembro 2011

.Dezembro 2011

.Janeiro 2012

.Fevereiro 2012

.Março 2012

.Abril 2012

.Junho 2012

.Julho 2012

.Agosto 2012

.Setembro 2012

.Outubro 2012

.Dezembro 2012

.Janeiro 2013


A Rainha Agradece
.Layout: Liannara
.Hospedagem:Blogger
.Comentários: Haloscan
.Imagem: Flickr